quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Capacitor


Click na imagem para ampliar
Capacitor é um componente elétrico usado para armazenar carga elétrica.
É constituído de duas placas metálicas separadas por uma substância chamada dielétrico.

O objetivo do capacitor de partida é aumentar o toque ou
Arranque do motor no momento da partida sem que haja acréscimo de corrente.

A capacitância de um capacitor representa a carga elétrica que ele possui.
É uma grande elétrica determinada pela unidade de medida farad, representada ,repesentada pela letra “F” .; Por se tratar de uma unidade muito grande ,usa-se na prática um submúltiplo , o microfarad , representado por “uf”, Caso haja necessidade de uso do capacitor ,consulte o manual do fabricante do compressor para escolher a capacitância adequada.

O funcionamento do motor.

Um capacitor carregado é muito perigoso ,pois retém carga por muito tempo .
Se alguém tocar os terminais de um capacitor carregado ,a tensão acumulada provocará elevado choque , que pode até ser fatal.

Por essa razão ,é aconselhável descarregar o capacitor que não está em uso .
A melhor forma de descarregá-lo é através da da união dos dois terminais , usando um pedaço de condutor elétrico ligado em série com um resistor de 2 watts e 20.000 ohms .
Elimina-se , a possibilidade de se produzir uma centelha de alta tensão .

Fonte: curso de refrigeração residencial SENAI/AL
Professor Nelson

Saiba mais :
http://www.setrem.com.br/fisica/capacitores/Oq_Capa.htm


[ C A P A C I T O R E S ]
O QUE É UM CAPACITOR

Um dispositivo muito usado em circuitos elétricos é denominado capacitor.
Este aparelho é constituído por dois condutores separados por um isolante: os condutores são chamados armaduras (ou placas) do capacitor e o isolante é o dielétrico do capacitor.
Costuma-se dar nome a esses aparelhos de acordo com a forma de suas armaduras. Assim temos capacitor plano (Fig-1), capacitor cilíndrico (Fig-2), capacitor esférico etc.
O dielétrico pode ser um isolante qualquer como o vidro, a parafina, o papel e muitas vezes é o próprio ar.

Nenhum comentário: