sexta-feira, 13 de julho de 2007

Noções básica de Elétricidade



click na imagem para ampliar
Disjuntores:


São chaves automáticas que se desarmam ou se desligam quando atravessados
Por uma corrente elétrca que utrapassa os valores de segurança previstos ou em
Caso de um curto-circuito .
Ao desarma-se , os disjuntores impedem a passagem da corrente elétrica.

Se o circuito voltar ao normal , a chave pode ser novamente armada , sem
Necessidade de substituição do disjuntor .
Essa é uma das grande vantagens que Essses dispositivos apresentam em relação aos fusíveis.

Os disjuntores podem ser de três tipos:
Unipolar correntes de 2,4,6,10,20, e 25ª;
Bipolar tensão de 240V e correntes de 10,15,20,25,30,35,40,50,60 e 70ª ; tensão 110/220V encontrados em correntes de 6,10,15,20,25,30,40,50,60 e 70ª;
Tripolar tensões de 240V a 480V e correntes de 15,20,25,30,35,40,70,90 e 100ª.

Recordando:

Ao manusear os aparelhos elétricos , o profissional da refrigeração e da
Climatização deve adotar procedimentos que não prejudiquem a sua vida e de seu Cliente e não danifquem os aparelhos.

Todos os aparelhos elétricos devem ser aterrados , de modo que a diferença
De potencia entre a terra e o equipamento seja zero.

Os fusíveis são dispositivos usados para limitar a passagem de correntes
Elétricas, protegendo as instalações contra incêndios e curtos circuitos.

Os disjuntores são dispositivos de segurança , cuja função é impedir a passagem de correntes elétricas que ultrapassem os valores de segurança previstos, desligando se ou desarmando se quando atravessados por altas correntes.

Fonte: Curso de refrigeração residencial SENAI/ALAGOAS


Dispositivos DRDesde dezembro de 1997 é obrigatório no Brasil o uso do chamado dispositivo DR (diferencial residual) nos circuitos elétricos que atendem aos seguintes locais: banheiros, cozinhas, copas-cozinhas, lavanderias, áreas de serviço e áreas externas.
O dispositivo DR é um interruptor automático que desliga correntes elétricas de pequena intensidade (da ordem de centésimos de ampère), que um disjuntor comum não consegue detectar, mas que podem ser fatais se percorrerem o corpo humano.
Dessa forma, um completo e eficaz sistema de aterramento deve conter o fio terra e o dispositivo DR.A figura mostra a ligação desses dispositivos em uma instalação elétrica.


Dicas sobre Instalações Elétricas:
• Nunca aumente o valor do disjuntor ou do fusível sem trocar a fiação. Deve haver uma correspondência entre eles .
• A menor bitola permitida por norma para circuitos de lâmpadas é de 1,5mm² e para tomadas é de 2,5mm² .
• Devem ser previstos circuitos separados para iluminação e tomadas
• Nunca inutilize o fio terra dos aparelhos. Ao contrário, instale um bom sistema de aterramento na sua residência .
• Nunca utilize o fio neutro (cor azul) como fio terra .
• Mantenha o quadro de luz sempre limpo, ventilado e desimpedido, longe de botijões de gás .
• Evite a utilização dos chamados “benjamins” ou “Ts”, pois o uso indevido dos mesmos pode causar sobrecargas nas instalações.
Para resolver o problema, instale mais tomadas, respeitando o limite dos fios •

Nenhum comentário: