segunda-feira, 30 de julho de 2007

ATMOSFERA(12)

Click na imagem para amplar
O controle do sistema climático

As respostas do sistema climático global às possíveis mudanças nas características das emissões, bem como na diminuição de gases do efeito estufa e outros reagentes com a camada de ozônio, por exemplo, levaria dezenas a centenas de anos para uma possível estabilização ou retorno de condições pretéritas.

Os modelos de previsão apresentam cenários futuros onde se trabalha com meras possibilidades, uma vez que há uma intrincada relação entre inúmeros fatores, muitos dos quais pouco conhecidos. Tal afirmativa tem fundamento, por exemplo, em recentes descobertas pelo LBA na Amazônia, mostrando que muitos fundamentos que se acreditavam reais, mostraram-se muito diferentes na prática, especialmente ao papel da floresta no equilíbrio climático da região.

O exemplo tratado na figura 08 mostra a reatividade do sistema e o tempo de
resposta a uma abrupta redução na emissão de CO2 e as respostas das
temperaturas, da expansão térmica dos oceanos e de sua elevação graças à fusão do gelo polar ou de outras áreas.

Nota-se claramente com este pequeno exemplo, que mesmo na mais otimista das hipóteses, mudanças no âmbito do sistema climático global, levariam décadas para o processo de adaptação. A resiliência do sistema ambiental, não responde de pronto às torpes equações matemáticas ou balaços de economistas ou outros técnicos de formação duvidosa que acreditam manipular um tubo de ensaio com reações previsíveis. Uma vasta gama de cientistas de renomada categoria reconhece os limites de determinadas ações e possibilidades de manipulação de sistemas
complexos como o ambiental.

Nenhum comentário: