quarta-feira, 6 de junho de 2007

Meio Ambiente


Furacão Ioke entra para a história do Pacífico Central
Com um nome que mais parece de marca de milho de pipoca, mas que é havaiano, Ioke foi o primeiro furacão a se formar no Pacífico Central desde 2002. A nota mais impressionante desta tempestade, contudo, foi sua intensidade. Nesta sexta-feira - 25 de agosto de 2006 - Ioke se tornou apenas o quinto ciclone tropical a atingir categoria 5 na escala Saffir-Simpson na história do Pacífico Central, o furacão mais intenso na região desde 1994. Outro dado espantoso. Ioke foi o primeiro furacão a ter se formado no Pacífico Central que atingiu categoria 5. As outras quatro tempestades que chegaram ao máximo na escala de intensidade de furacões se formaram em outras regiões antes de atingir o Pacífico Central. Os ciclones John, Emilia e Gilma se deslocaram do Pacífico Leste antes de ganhar força. Patsy se moveu do Pacífico Oeste. Ioke determinou possivelmente outro recorde histórico.
A pressão atmosférica mínima no olho do furacão, estimada por satélite, chegou a 920 hPa. Trata-se extra-oficialmente do menor valor de pressão atmosférica já registrado em um sistema no Pacífico Central.
A intensificação da tempestade foi muito rápida entre os dias 24 e 25 de agosto. Já com categoria 5 na escala Saffir-Simpson, o olho da tempestade era simétrico e o vento máximo ultrapassava 250 km/h.
mais datalhes e o resto da reporta gem acessem:

2 comentários:

Docéu disse...

passei para lhe desejar uma boa tarde.
beijos....................

Anônimo disse...

muito bom o blog