sexta-feira, 25 de maio de 2007

Historia da Refrigeração


Celsius, Anders (1701-1744)

Astrônomo sueco, nascido em 27 de novembro de 1701 em Uppsala, e falecido em 25 de abril de 1744 na mesma cidade. O pai de Celsius era professor de astronomia na Universidade de Uppsala, e seu filho desde cedo seguiu seus passos. Ele estudou astronomia, matemática e física experimental, e em 1725 tornou-se secretário da Uppsala Scientific Society (Sociedade Científica de Uppsala). Depois de lecionar na universidade por muitos anos como professor de matemática, em abril de 1730 Celsius foi designado professor de astronomia, exercendo tal atribuição até os seus últimos dias. De 1732 a 1736 ele viajou intensivamente, a fim de ampliar seus conhecimentos. Ele visitou astrônomos e observatórios em Berlim e Nürnberg. Nesta cidade, no ano de 1733, ele publicou uma coleção de 316 observações da aurora boreal, feitas por ele e por outros de 1716 a 1732, sendo o primeiro a associar o fenômeno com o campo magnético da Terra.
Em seguida ele foi para Itália, e então para Paris; onde tomou conhecimento de Maupertius, que preparou uma expedição para medir o arco do meridiano em Lapland, na esperança de verificar a Teoria de Newton de que a Terra é achatada nos pólos e desmentir a visão Cartesiana contrária. Celsius juntou-se à expedição Mautertius, e em 1735 chegou a Londres para dispor os instrumentos necessários. No ano seguinte, seguiu a expedição francesa a Tornea, no norte da Suécia (agora Tornio, Finlândia). Na qualidade de astrônomo, ele ajudou com a medição plana dos meridianos, e a teoria Newtoniana foi confirmada. Ele foi diligente na controvérsia que mais tarde desenvolveu-se sobre o que Maupertius havia feito, e entusiasmou-se com sua literatura, De observationibus pro figura telluris determinanda (1738), contra Jacques Cassini.

No seu seguinte retorno a Uppsala, Celsius ampliou sua nova vida lecionando astronomia na universidade. Em 1742, ele transferiu-se para o recém concluído observatório astronômico, que demorou anos para ser construído e era a mais moderna instalação deste tipo na Suécia.
Apesar de morrer jovem, Celsius viveu o suficiente para fazer importantes contribuições em várias áreas do conhecimento. Como astrônomo, ele foi primordialmente um observador. Usando um método puramente fotométrico (filtros de luz através de placas de vidro), ele conseguiu determinar a magnitude das estrelas da Constelação de &AACUTEries (De constellatione Arietis, 1740). Durante a discussão sobre a queda do nível do Báltico, ele escreveu um artigo a respeito, baseado em experimentos exatos, "Anmärkning om vatnets förminskande" (1743). Hoje Celsius é melhor conhecido relacionado a uma escala termométrica.
Apesar de uma escala centígrada ter sido usada anteriormente, foi a famosa observação de Celsius a respeito dos dois 'graus constantes' no termômetro, "Observationer om twänne beständiga grader på en thermometer" (1742), que conduziu a sua aceitação geral. Como os 'graus constantes', ou pontos fixos, ele escolheu os pontos de congelamento e ebulição da água, chamando o ponto de ebulição de ponto zero, e o de congelamento de ponto cem. O presente sistema, com a escala reversa, introduzido no observatório de Uppsala, foi conhecido como o 'termômetro sueco'. Por volta de 1800, as pessoas começaram a se referir a ele como termômetro de Celsius.

Os mais importantes escritos de Celsius são De observationibus pro figura telluris determinanda (Uppsala, 1738); De constellatione Arietis (Stockholm, 1740); "Observationer om twänne beständiga grader på en thermometer" em Kungliga Svenska vetenskapsakademiens handlingar (1742), 121-180; e "Anmärkning om vatnets förminskande", ibid (1743), 33-50. ); "Observationer om twänne beständiga grader på en thermometer" pode ser encontrado em alemão como nº 57 em ' Ostwald's Klassiker der exahten Wissenschaften (Leipzig, 1894). A maioria dos seus escritos menos importantes foram publicados como trabalhos acadêmicos ou aparecem em Kungliga Svenska vetenskapsakademiens handlingar, Philosophical Transactions of the Royal Society, ou outros periódicos. Seus escritos pessoais, incluindo cartas de Maupertuis, J.N. Delisle, e Le Monnier, estão na biblioteca da Universidade de Uppsala.

Bibliografia :

"The Jewish Encyclopedia" - vol. III - Funk and Wagnalls Company - New York, 1925."Encyclopedia Britannica" - vol. 5 - Encyclopedia Britannica, Inc. - London, 1960."Dictionary of Scientific Biography" - vol. 3, 4 - Charles Scribner's Sons - New York, 1981."The Encyclopedia Americana" - vol. VI - Grolier Incorporated - International Edition, 1991.
Obs.: Ha uma extensa biografia escrita por N. V. Nordenmark, Anders Celsius (Uppsala, 1936), e uma versao reduzida do mesmo autor em S. Lindroth, ed., Swedish Men of Science, 1650-1950 ( Stockholm, 1952 ).


http://www.fem.unicamp.br/~em313/paginas/person/celsius.htm
Elaborado por: Cristiano Moraes Pedreira - RA 931582

Nenhum comentário: